História da BlaBlaCar: Fun & Serious

História da BlaBlaCar: Fun & Serious

A criação de uma cultura própria

Se as pessoas trabalharem num ambiente adequado e que as faz feliz, estarão mais motivadas. Por esta mesma razão, a BlaBlaCar tentou sempre proporcionar um ambiente de trabalho inspirador e positivo. Graças ao lema “Fun & Serious” (Divertido e rigoroso), a equipa BlaBlaCar leva o seu trabalho a sério, mas, ao mesmo tempo, sabe como torná-lo divertido.

O princípio “Fun & Serious” assemelha-se à filosofia Yin e Yang. O divertimento e o rigor complementam-se, tratando-se de duas metades com forças complementares e interdependentes. Os trabalhadores sentem-se motivados pela combinação do orgulho por um trabalho bem feito com a felicidade de alcançar os objetivos de uma forma otimista e divertida.

Fun & Serious (Divertido e rigoroso)

O nome da marca antes de ser BlaBlaCar

A BlaBlaCar é uma marca divertida que leva a sério a partilha de carro e é importante deixar esta ideia bem clara. Até abril de 2013, o nome da marca utilizado em França era “Covoiturage”, que significa “partilhar carro” em francês. Os problemas de um nome tão genérico começaram a surgir, como por exemplo, com a dificuldade de vincular atributos de qualidade à marca. Para além disso, era bastante frustrante a facilidade com a qual a concorrência acrescentava prefixos ou sufixos para criar marcas diferentes (por exemplo, EasyCovoiturage) e que levou ao surgimento de uma série de nomes que os utilizadores poderiam facilmente confundir. Como várias empresas estavam a desenvolver atividades semelhantes com nomes muito parecidos, a ideia inicial de viagens de carro partilhadas de qualidade começava a desvanecer-se. E, com a previsão de uma expansão internacional, a equipa precisava de um nome que funcionasse tanto a nível local como global.

80 dias sem dormir em busca do nome perfeito

Como marca, o nome BlaBlaCar chama imediatamente a atenção. As pessoas reagem quando o ouvem pela primeira vez e costumam lembrar-se facilmente do mesmo, convertendo a marca num conceito poderoso. Uma vez que se descobre a história por trás do nome, tudo faz sentido.

Resumidamente, o nome BlaBlaCar vem de uma caraterística dos perfis na plataforma, na qual os membros revelam se são “Bla”, “BlaBla” ou “BlaBlaBla” para indicar se falam muito ou pouco enquanto viajam. A expressão “BlaBla” é bastante comum em muitos países para indicar que alguém está a falar.

No entanto, não foi fácil escolher este nome. Foi um processo longo e difícil que demorou vários anos. Fred diz sempre que passou quase 80 noites sem dormir para encontrar o nome adequado, já que queria que refletisse as ideias sociais e de comunidade, mas também os aspetos funcionais das viagens de carro partilhado. Em 2009, foi contratada uma agência de desenvolvimento de marcas para dar uma ajuda. Depois de quatro semanas, o nome escolhido foi “Tuttigo”. Em italiano, “Tutti” significa “todos” e “go” transmite a ideia de movimento, pelo que parecia uma boa ideia. No entanto, ao pedir a diferentes pessoas que o soletrassem, surgiam diferentes variações: Tutigo, Tutygo ou Tootigo. Acabou por não ser uma boa solução e a agência foi dispensada. A equipa queria um nome do qual todos gostassem.

Olá, BlaBlaCar!

Um dia, Fred estava a analisar diversas viagens publicadas recentemente na plataforma e, ao clicar numa delas, viu a opção BlaBla e também o tipo de carro. De forma quase instantânea, juntou as duas palavras e obteve o nome BlaBlaCar. Soltou uma gargalhada. Nesse mesmo dia, comprou o domínio correspondente, mas como ficou a pensar se seria um nome demasiado excêntrico para uma marca, não o apresentou de imediato ao resto dos membros da direção.

Com mais de 250 sugestões de nomes, o processo de seleção baseou-se na capacidade de reconhecimento da marca. Para isso, foram enviadas listas de nomes a amigos e familiares, incluindo nomes como MeetDrive, Gonexion, CharlieGo, Nation, 2gez ou PeoplePole (sendo registados domínios para cada sugestão). Uns meses mais tarde, perguntou-se a esses amigos e familiares se se lembravam de alguns dos nomes. Entre eles, destacava-se o nome BlaBlacar.

Consciente da dificuldade de fazer com que o nome de uma marca fique na cabeça das pessoas, Fred ficou muito feliz por as pessoas terem memorizado a palavra BlaBlaCar depois de lê-la entre tantos outros nomes. A facilidade de memorização e a história por trás do nome foram fatores importantes na decisão final. Para além disso, o nome BlaBlaCar era suficientemente divertido para se tornar atrativo e tinha uma lógica adequada para se converter no nome de uma marca. A parte mais divertida é que, baseando-se no nível de conversa de cada um, representava os três fundadores da BlaBlaCar: Francis é “Bla”, Fred é “BlaBla” e Nicolas é “BlaBlaBla”.

Os três fundadores

Dentro da cultura de diversão e rigor da BlaBlaCar

O escritório principal da BlaBlaCar encontra-se em Paris: um lugar repleto de luz, com uma arquitetura contemporânea e onde cada empregado se pode sentar onde preferir. Para além de liderar a equipa de soluções técnicas da BlaBlaCar, Francis passou vários meses à procura de um escritório onde os empregados estivessem cómodos e gostassem de trabalhar. Juntamente com o resto da equipa, criou um espaço inspirador. As mesas são de estilo antigo e os candeeiros de design industrial provêm de lojas parisienses de segunda mão. As luzes de néon definem espaços zen nos quais os empregados podem realizar reuniões informais e passar tempo juntos. Existem ainda mesas de matraquilhos e ping-pong que podem ser utilizadas durante as pausas frequentes. É possível até ver alguém a trabalhar com um chapéu de pirata ou com um fato de banana por nenhuma razão em especial. Existe até um grupo de fitness que se junta à hora de almoço para ir ao ginásio que existe na empresa.

Às vezes, durante a temporada alta, quando a Equipa de Apoio ao Membro tem de responder a muitas mensagens, cria-se uma espécie de operação comando, em que pessoas de outras equipas param o seu trabalho para ajudar a resolver as questões dos utilizadores.

Num ambiente frenético, os valores substituem os processos

À medida que a BlaBlaCar cresce, tanto em tamanho como a nível geográfico, o principal desafio é manter a sua cultura como start-up. Em 2013, os fundadores sentiram a necessidade de formalizar os valores da BlaBlaCar e pensaram que a ocasião ideal para fazê-lo seria no primeiro BlaBlaBreak: umas férias de três dias para esquiar nos Alpes franceses e que juntou os 60 empregados que havia na altura na empresa. Juntos, tentaram definir os elementos mais importantes e representativos da cultura da BlaBlaCar, que motivam a equipa e mantêm a sua paixão. Estas ideias transformaram-se nos 10 valores que, atualmente, impulsionam a cultura de empresa. Sendo algo criado por toda a empresa, foi possível definir valores reais e pessoais. Atualmente, continuam a representar esta marca impulsionada por pessoas e definem as atividades diárias dos mais de 500 empregados (dados de 2016).

Valores da BlaBlaCar

Os valores da BlaBlaCar, representados nas paredes dos escritórios da empresa, estão também disponíveis sob a forma de autocolantes para portáteis e telemóveis, e cada empregado tem-nos em mente no seu dia-a-dia. Guiam e orientam as equipas para que estas tomem as decisões certas quando não existe um procedimento pré-estabelecido. Por exemplo, quando se passa muito tempo a avaliar várias opções, mas não se chega a desenvolver nenhuma, o valor “done is better than perfect” (a ação é mais importante que a perfeição) é aplicado. O mesmo acontece quando existem dúvidas entre dois eventos ou funcionalidades e se opta pelo que tem maior impacto positivo para os utilizadores, porque “the member is the boss” (o membro é que manda). Tudo o que é pensado e criado tem de ser testado, pois segue-se sempre o lema “think it, build it, use it” (pensar, criar, usar). Como todos os membros da equipa BlaBlaCar seguem os mesmos valores, as decisões tomadas individualmente estão de acordo com as decisões que seriam tomadas em grupo, o que permite manter a direção que se pretende dar à marca em geral.

Na BlaBlaCar, os valores têm prioridade sobre os processos e mostram às equipas o “porquê”, ao mesmo tempo que lhes dão a liberdade de decidir o “como”. Desta forma, cada empregado tem maior autonomia e responsabilidade, e os membros das equipas crescem de forma coerente. Os valores fazem parte do ADN da BlaBlaCar e mantêm-se. Por isso, quando se contratam novos talentos, a equipa procura pessoas que sejam capazes de fomentar esta cultura interna. Assim, todos juntos, fazem com que a BlaBlaCar continue a ser uma comunidade de rigor e diversão.

Descobre mais sobre

Uma nova forma de viajar

Ao navegar o nosso site, concordas com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos teus interesses. Lê a nossapolítica de uso de cookies

Publica uma viagem